A pé por Holešovice e Letná, até o castelo

Faça um caminho diferente (e lindo) até o Castelo de Praga
O que fazer  /   /  Por Gabe Britto

Holešovice é um dos meus bairros preferidos em Praga. Tive o prazer de morar nele e passei muitas horas caminhando por aquelas ruas.

O bairro é um dos mais vivos e bonitos da cidade, com prédios lindos e lugares interessantes, no meio de dois parques enorme – um deles, o fantástico Letná, de onde se tem uma das melhores vistas da cidade.

O trajeto abaixo é baseado mais ou menos no primeiro passeio para o qual eu levava os amigos que me visitavam naquele tempo. Deixávamos as malas em casa e saíamos por algo parecido com este caminho.

Sobre o roteiro:

– O itinerário é uma sugestão e você pode mudar ruas e atrações de acordo com a sua vontade (é óbvio). O bairro tem várias ruas lindas, você não precisa ficar só nas que eu indico.

– As atrações de algumas ruas são apenas os seus prédios, então caminhe olhando ao seu redor.

– Não coloquei o tempo que dura a caminhada porque isso depende do ritmo de cada um.

– Tampouco há “parada para o almoço” ou “parada para o café” porque isso também depende do seu ritmo. Mas indiquei lugares legais para comer ou beber pelo caminho, assim você decide quando der fome ou sede.

A pé por Holešovice e Letná, até o castelo

• Comece o passeio no Lapidário do Museu Nacional (Lapidária Národního muzea), o lugar onde estão muitas da estátuas originais da Ponte Carlos. Sim: por segurança, a maioria das esculturas que você vê na ponte são cópias. Confesso que o ambiente do Lapidário não é bonito, mas é emocionante ficar frente a frente com as esculturas genuínas da ponte – e tantas outras.

Výstaviště 422 – estação de bondes Výstaviště Holešovice

Fachada do Lapidário do Museu Nacional de Praga

Fachada do Lapidário do Museu Nacional de Praga

• Siga para a Galeria Nacional em Praga (Národní galerie v Praze). Na verdade, a galeria tem vários edifícios espalhados pela cidade, mas este é o maior de todos e guarda a sua coleção de arte moderna e contemporânea. Dê uma olhada no site da galeria (em inglês) para saber o que está acontecendo por lá.

Endereço: Dukelských hrdinů 47 – estação de bonde Veletržní palác

Fachada do prédio da Galeria Nacional no bairro Holešovice

Fachada do prédio da Galeria Nacional

• Se arte não for a sua praia, considere passar na Národní galerie apenas para tomar o melhor chá de gengibre da sua vida, no Cafe Jedna, que fica no térreo, com entrada direto pela rua. Tem wi-fi e outras coisas para comer e beber também.

• Se a fome for maior do que a de um café, faça uma parada no restaurante Potrefená Husa, exatamente na esquina oposta da Národní galerie, pela rua Dukelských hrdinů. Peça um queijo frito (Smažený sýr) e uma cerveja.

• Siga pela mesma rua até a esquina com a rua Milady Horákové. Não perca muito tempo com a igreja Santo Antônio de Pádua (Kostel svatého Antonína Paduánského). Ela é bonita por fora, mas o interior é decepcionante. Suba a Milady Horákové, à direita.

Igreja Santo Antônio de Pádua, em Praga

Linda por fora, normalzinha por dentro

• Dobre à esquerda na rua Veverkova e passe em frente ao Bistro 8, uma ótima opção para um almoço bom e barato. Veja qual é o prato do dia.

• Na frente do Bistro 8 está a PageFive, uma pequena livraria moderninha cheia de livros de arte de editoras locais e pôsters.

• Siga pela rua Veverkova até o final. Dobre à direita, subindo a ladeira pela Kostelní e dobre à esquerda na Františka Křížka. Vá até o final dele entre à direita no Parque Letná (Letenské sady).

• Caminhe pelo boulevard que leva você para dentro do parque. À sua esquerda, você vai ver o prédio da Tchecoslováquia na Expo 58, um ícone da arquitetura do país. Faça uma volta nele e retorne para o boulevard.

Prédio da Tchecoslováquia na Expo 58, em Praga

Prédio da Tchecoslováquia na Expo 58, onde hoje funciona uma agência de propaganda

• Continue pelo boulevard até o final. Ali, vá pelo caminho da esquerda e siga em frente até chegar ao Prague Beer Garden, o melhor lugar do mundo para se beber cerveja. Escolha uma das grandes mesas e aproveite a sua cervejinha tcheca com uma vista maravilhosa de Praga.

Beer Garden no Letná, em Praga

A melhor cerveja, a melhor vista e a melhor cidade juntas

• Depois da cerveja, siga pelo parque costeando o rio até o Metrônomo. Se você quiser parar tudo e ir ao centro da cidade, este é o momento: desça as escadarias e pegue os bondes que passam ali. Mas se quiser seguir adiante até o castelo, continue no próximo passo.

Metrônomo de Praga

O metrônomo, já no clima do verão

• Siga reto pelo parque costeando o rio e aproveitando a vista. Em determinado momento o caminho deve levar você para mais para dentro do parque. Siga as placas para o castelo (Pražský hrad) até chegar numa entrada feita de tijolos. Peque o caminho da esquerda, evitando a rua Gogolova. Logo você vai passar por uma ponte de madeira para cruzar uma avenida e entrar no Parque Chotek (Chotkovy sady). Passeie por ali.

• Quando cansar do Chotek, vá para a rua dele (Mariánské hradby) e siga na mesma direção que você estava. Logo você vai estar junto do Palácio de Verão (Královský létohradek), nos Jardins do Castelo (Královská zahrada). Se estiver aberto, entre e passeie por ali, sempre em direção ao Castelo.

Um pedaço dos jardins do Castelo de Praga

Um pedaço dos jardins do Castelo

Palácio de Verão, nos jardins do castelo de Praga

Palácio de Verão, nos jardins do castelo

• Pronto, você chegou no Castelo de Praga. Fim do passeio.

Sobre o Autor

2 Comentários
 
  1. Suzana Vieira 22 de junho de 2016 at 3:19 am Responder

    Muito bacana, fiquei louca para conhecer Praga,descrição é sensacional!!

    • Gabe Britto 22 de junho de 2016 at 8:08 am Responder

      Tem que conhecer, Suzy! =)

Deixe um comentário