Karlovy Vary: o que fazer na cidade termal mais famosa da República Tcheca

Seu cenário e suas águas termais e medicinais atraem pessoas do mundo inteiro, mas Karlovy Vary tem muito mais para oferecer
Destaque, Karlovy Vary  /   /  Por Gabe Britto

Muita gente que visita Karlovy Vary diz que a cidade é tão linda e tão perfeitinha que parece um cenário de filme, sem saber que ela costuma ser palco de produções de cinema mesmo (007 – Cassino Royale foi filmado lá, por exemplo).

Esse visual encantador que atrai Hollywood e tantos turistas é resultado da mistura da geografia da região – cheia de morros, bosques e rios – com um período de expansão local do estilo art nouveau, entre o fim dos anos 1800 e o início dos 1900. Naquela época, arquitetos vienenses invadiram Karlovy Vary e transformaram a cidade no que o francês Le Corbusier definiu mais tarde como “uma convenção de bolos”.

Karlovy Vary: prédios na beira do rio

A “convenção de bolos” vista na margem do rio Teplá

Karlovy Vary vista de cima

E aqui vista de cima

Localização de Karlovy Vary na República Tcheca

Mas a fama de Karlovy Vary não começou apenas com a exuberância arquitetônica do século 19. Ela nasceu no século 14, nos tempos do rei Carlos IV, por um motivo que é popular até hoje: as suas águas termais.

Segundo a lenda, o rei estava caçando na região quando um de seus cães farejou um veado e saiu em busca da sua presa. Logo em seguida, o rei e seus companheiros escutaram o cachorro ganindo, correram para ver o que havia acontecido e encontraram o bicho caído em um pequeno lago de água quente.

Quando conseguiram resgatar o pobre canino, Carlos viu que alguns ferimentos que o animal já tinha antes de entrar no lago haviam sido curados. Intrigado, resolveu fazer um teste no seu próprio corpo, entrando na água quente também.

Adivinha o que aconteceu?

É óbvio: os ferimentos do rei também foram curados.

Foi o suficiente para que Carlos ordenasse a construção de uma cidade na área, para que ele e mais pessoas pudessem aproveitar os poderes daquela fonte medicinal.

Fontes termais em Karlovy Vary

Fontes termais em Karlovy Vary: elas são muitas e suas águas são potáveis

A história das águas milagrosas se espalhou rápido e logo Karlovy Vary (que também é conhecida pelo seu nome alemão, Carlsbad) virou o destino de muitas pessoas ricas em busca de cura para seus problemas físicos.

Assim, ao longo dos séculos em que alternou momentos de decadência e sucesso, nomes como Pedro I (o Grande), Maria Teresa (da Áustria), Casanova, Goethe, Beethoven, Paganini, Karl Marx, Freud, Mustafa Atatürk, Frank Sinatra e sabe-se lá quantos outros famosos passaram muitas vezes pela cidade, varios até morando nela, apaixonados pelo seu clima, pela sua beleza e, é claro, pelos seus spas construídos em função das águas termais.

Karlovy Vary: pessoas famosas que passaram pela cidade

Registros de grandes personalidades mundiais que passaram por Karlovy Vary, em frente ao Grandhotel Pupp, o mais famoso da cidade

Hoje, Karlovy Vary continua recebendo esse público, inclusive com o seu festival internacional de cinema, mas as atrações já vão bem além do turismo medicinal.

Em vários de seus cantos estão escondidos lugares interessantíssimos para pessoas de vários gostos, como o museu de um licor famoso no mundo inteiro, uma cerveja deliciosa vendida apenas na cidade e uma das fábricas de cristais boêmios mais elegante do planeta, entre outros.

Mas quer saber? Eu aposto: o que vai conquistar você é o visual “de cinema” de Karlovy Vary. É assim com todos que visitam a cidade – e não tem como ser diferente.

Karlovy Vary: o que fazer

Passeio a pé

O melhor programa em Karlovy Vary é passear a pé e tranquilamente por suas ruas, parando para ver os detalhes nos seus edifícios, curtindo a paisagem e descobrindo cantinhos escondidos.

Karlovy Vary: rio Teplá

As margens do rio Teplá são o passeio básico, mas vá além e descubra maravilhas

O fluxo natural dos visitantes vai levar você pela avenida de pedestres que passa junto ao rio Teplá, chamada Stará Louka, mas não fique apenas nela.

Avance por suas extremidades, vá adiante depois de passar pelo Grandhotel Pupp, encare as ruas que sobem os morros, encare os caminhos que levam pelo meio dos bosques (para ver a cidade de cima), vá até o Hotel Thermal (o prédio mais alto e feio do centro) e entre pela avenida T. G. Masaryka.

Enfim, caminhe sem rumo até onde achar interessante. Depois, escolha outra direção e repita. Sempre vai ter algo lindo e diferente para você ver em Karlovy Vary.

 

Museu Jan Becher (Museu Becherovka)

Karlovy Vary é quase sinônimo de Becherovka (pronúncia: “bêrrerôvka”), uma das bebidas mais tradicionais da República Tcheca e reconhecida no mundo inteiro pelo seu sabor, suas propriedades digestivas e seu teor alcoolico de 38%.

Karlovy Vary: Becherovka

Becherovka na sua garrafa mais clássica: um patrimônio de Karlovy Vary

Um passeio pela cidade é uma chance dourada para quem gosta desse bitter, porque é nela que fica o Museu Jan Becher – que a gente pode chamar de Museu Becherovka mesmo – no prédio construído em 1807 para ser a 1ª fábrica da bebida e hoje transformado no complexo Becherplatz.

O museu, que conta toda a história da criação da Becherovka e como ela cresceu até se tornar o que é hoje, tem algumas atrações antigas bem interessantes e não é grande, podendo ser encaixado facilmente num passeio.

Karlovy Vary: uma das relíquias do museu da Becherovka

Uma das relíquias do museu da Becherovka

Você só precisa prever que vai sair levemente bêbado dele, já que o tour oferece algumas variações da bebida. E como todas são boas (e fortes), já viu, né?

Atenção: não beba se estiver dirigindo. A tolerância para motoristas alcoolizados na República Tcheca é zero e você vai se dar muito mal se fizer isso.

Museu Becherovka (Jan Becher Museum)
Rua T. G. Masaryka 282/57
Ingressos a partir de 150 CZK (adulto)
Aberto de terça a domingo, das 9h às 17h
Informações sempre atualizadas em becherovka.com

 

Colunadas e fontes termais

Antes de tudo, uma rápida explicação: colunadas são construções repletas de colunas, chamadas de kolonádas em tcheco.

Existes ao menos 4 colunadas grandes em Karlovy Vary e você vai passar naturalmente por elas durante a sua caminhada pela beira do rio Teplá, então não precisa se preocupar com a inclusão no roteiro.

Colunada em Karlovy Vary

Mlýnská kolonáda (Mill Colonade): a mais famosa de Karlovy Vary, bem no centro da cidade

Sua única preocupação deve ser a de comprar uma das pequenas jarras de cerâmica típicas da cidade, utilizadas para quem quer beber a água termal e medicinal que sai constantemente das várias fontes instaladas dentro das colunadas.

Onde comprar as jarras? Você vai passar por várias lojinhas de souvenir cheias delas. É só escolher.

Karlovy Vary: canecas para beber água medicinal

Canecas de Karlovy Vary: tem para todos os gostos

Ah, um aviso: as águas podem até curar sabe-se lá quantos males, mas elas têm um gosto ruim, salgado e vêm quentes. Contenha a emoção no primeiro gole para não se decepcionar e cuspir tudo.

 

Passear pelos morros e ver a estátua do veado, símbolo de Karlovy Vary

Quase perdida no meio de uma das florestas nos morros de Karlovy Vary, essa estátua é praticamente o símbolo da cidade e foi instalada sobre uma enorme pedra nos anos 1800, para lembrar a lenda da descoberta das suas águas termais.

Karlovy Vary: estátua do veado

O veado, símbolo de Karlovy Vary: não espere muito do tamanho dele

Reserve um tempo razoável para chegar até ela, porque você pode se perder nos caminhos e não encontrar nada. Porém, não crie muita expectativa: o veado de bronze é pequeno, bem menor do que aparenta nas fotos. O que vale ali é a vista e o passeio pelo morro.

Se não quiser caminhar morro acima, pegue o funicular chamado Diana, que fica ao lado do Grandhotel Pupp e desça na parada Jelení skok. Dali, tente seguir as placas indicando jelení skok.

 

Spa de cerveja

Numa cidade com tantos spas, no país com a melhor cerveja do mundo, tinha que ter um spa com a bebida preferida dos tchecos, né?

Karlovy Vary: spa de cerveja

Spa de cerveja: tem quem goste

Se você gosta da ideia de ficar numa banheira cheia da bebida misturada óleos essenciais, tomando quantos canecos quiser, para depois deitar numa cama de palha de trigo (e provavelmente dormir de bêbado), talvez você aproveite esse lugar de gosto bem peculiar e localizado no subsolo de um prédio.

Os preços variam de acordo com o número de pessoas fizerem o, digamos, “tratamento”.

Spa de Cerveja (Beer Spa Beerland)
Rua Stará Louka 8
Tratamento a partir de 1.600 CZK (1 pessoa)
Informações sempre atualizadas em beerspa-carlsbad.cz

 

Museu Moser

Apesar de exigir que você saia um pouco do centro turístico da cidade, uma visita ao museu da Moser (uma das marcas de cristais da Boêmia mais prestigiadas e desejadas do mundo) é uma oportunidade fantástica de ver peças maravilhosas e também de ver como essas belezas são produzidas.

Assista ao vídeo para ter uma ideia do que é a classe dessa marca.

Os tours são programados e têm limites de horários e de número de participantes, portanto é melhor reservar o seu lugar com antecedência.

Museu Moser
Rua Kapitána Jaroše 46/19
Ingressos a partir de 80 CZK (adulto)
Aberto diariamente, das 9h às 17h – veja exceções no site
Informações sempre atualizadas em moser-glass.com

 

Comprar wafers Kolonada

Não deixe de experimentar os famosos wafers (oplatky) à venda em vários lugares de Karlovy Vary e aproveite para comprar algumas caixas para levar para casa.

Mas aqui eu preciso dar uma dica pessoal: compre os wafers da marca Kolonada, que não são de Karlovy Vary, mas de Mariánské Lázně, cidade a 50 km de distância. A qualidade deles é muitíssimo superior aos exemplares locais.

Karlovy Vary: wafer Kolonáda

Kolonada: o pessoal de Karlovy Vary que me desculpe, mas o wafer fabricado em Mariánské Lázně é muito melhor

 

Igreja Ortodoxa de São Pedro e São Paulo

Karlovy Vary é uma cidade muito procurada por russos, tanto que existem voos diretos entre ela e Moscou.

Essa preferência começou há muito tempo e deixou marcas que vão além dos milhares de avisos e anúncios escritos no alfabeto cirílico. Uma delas é a Igreja Ortodoxa de São Pedro e São Paulo, construída no fim dos anos 1800, com estilo bizantino e lindas cúpulas douradas.

Karlovy Vary: Igreja de São Pedro e São Paulo

As cúpulas da Igreja de São Pedro e São Paulo: russos marcam presença em Karlovy Vary (foto: RalfGervink/Pixabay)

Se você nunca teve a oportunidade de ver uma obra representante dessa religião, pode aproveitar para fazer isso na cidade.

Igreja Ortodoxa de São Pedro e São Paulo (Chrám svatého Petra a Pavla)
Rua Krále Jiřího 1039/2b
Aberto diariamente, das 9h às 18h – mas pode haver restrições

 

Tratamentos em spas

Os spas que oferecem tratamentos medicinais e de beleza com águas termais e minerais são a maior atração para muitos visitantes de Karlovy Vary há quase 700 anos.

Cartão-postal de 1898 mostrando uma das fontes termais e medicinais de Karlovy Vary

Cartão-postal de 1898 mostrando uma das fontes termais e medicinais de Karlovy Vary (foto: Brück & Sohn/Wikipedia)

Os principais problemas médicos tratados costumam envolver o sistema digestivo, pós-operatórios, distúrbios metabólicos, locomoção, alergias respiratórias e periodontite, mas muita gente vai até a cidade em busca apenas de deliciosos dias de relaxamento com massagens e tratamentos de beleza, aproveitando a enorme infraestrutura profissional que ela tem, com preços variadíssimos.

Você pode se hospedar num spa e aproveitar tudo que ele oferece durante dias a fio, pode escolher apenas alguns tratamentos pontuais ou pode dormir num hotel comum e passar somente algumas horas nos tratamentos que preferir, pagando separadamente, com ou sem acompanhamento médico.

Os valores variam desde poucas coroas tchecas por banhos em águas termais até o infinito por tratamentos completos e complexos.

Para saber mais sobre os tratamentos, visite o site oficial da cidade. Ele é bem completo nesse assunto e você pode filtrar por preço e tipo de serviço.

 

Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary

O Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary (KVIFF) é o mais importante da Europa Central e o maior da República Tcheca. Ele faz parte da mesma categoria dos festivais de Cannes, de Veneza e de Berlim, por exemplo.

Se você tiver programação para estar na cidade no verão, ali entre fim de junho e início de julho, saiba que o festival costuma receber pessoas ilustres do cinema, o que significa uma boa chance de ver algum ídolo ao vivo. Mas ele também faz com que os hotéis fiquem concorridos.

Veja quando o próximo festival vai acontecer e decida o que você vai fazer na sua viagem.

Karlovy Vary: Festival de Cinema de Karlovy Vary 2016

Fãs aproveitando o festival em Karlovy Vary (foto: Karlovy Vary International Film Festival/divulgação)

 

Karlovy Vary: dicas gerais

Quanto tempo ficar

É totalmente possível fazer um bate-volta desde Praga, mas eu recomendo que você passe ao menos uma noite em Karlovy Vary (e dá para passar até muitas noites mais).

Motivos para isso:

– A cidade fica lindíssima iluminada;

– O fim da tarde, a noite e o início da manhã são mais tranquilos para passear, já que o pessoal do bate-volta foi embora ou ainda não chegou;

– São ao menos duas horas de viagem em cada trecho, desde Praga. Isso vai tomar 4 horas do seu dia. No verão (quando os dias são mais longos) até dá para aceitar. Mas no inverno é jogar fora um dia das suas férias.

Karlovy Vary à noite, às margens do rio Teplá, com o Grandhotel Pupp ao fundo

As margens do rio Teplá, com o Grandhotel Pupp ao fundo: Karlovy Vary à noite é uma delícia

Karlovy Vary: vapor saindo de um tampão no chão

À noite, com o frio, é possível ver melhor o calor que vem do subsolo da cidade

 

Quanto custa passar uma noite em Karlovy Vary?

Depende do seu estilo de viagem. Para ter uma ideia veja os meus gastos (valores totais para duas pessoas, sem contar o hotel):

Passagens de ônibus (ida e volta): 640 CZK
Almoço no primeiro dia: 550 CZK
Café na tarde (com doce): 250 CZK
Jantar: 500 CZK
Almoço no segundo dia: 360 CZK
Café na tarde (sem doce): 160 CZK

Total: 2.460 CZK

Não é muito diferente de Praga. Veja aqui os valores médios de produtos e serviços na capital.

 

Clima em Karlovy Vary

O período de temperaturas mais agradáveis começa no fim de maio e vai até o meio de setembro. No início e no fim dessa época, os termômetros ficam em média entre 8ºC e 18ºC. No pico, ali pelo começo de agosto, costuma fazer ao redor de 12ºC à noite e 22ºC no meio do dia.

Essa época também é a que tem mais dias de sol, porém coincide com o período mais chuvoso do ano (principalmente junho e julho), o que significa chuva de verão: vem, cai forte e vai embora.

Outono em Karlovy Vary

Outono em Karlovy Vary: um mar de folhas marrons nos morros

Nos outros meses do ano (entre o meio de setembro e o fim de maio) espere mais frio, principalmente entre o meio de novembro e o início de março, quando os dias costumam ter mínimas negativas e máximas um pouco acima de zero. Nessa época, os dias mais secos não significam sol. Ele pode aparecer, é claro, mas o normal é ser nublado mesmo.

As maiores chances de ver neve estão entre o fim de dezembro e o meio de fevereiro.

 

Karlovy Vary: onde ficar

Em breve publicarei o post com dicas de hotéis. Por enquanto, recomendo o seguinte:

– Faça uma busca no Booking, onde você pode reservar sem pagar nada e ainda cancelar sem multa;

– Utilize a consultoria gratuita de hotéis, oferecida por mim (clique no link e leia as instruções);

– Se estiver procurando um hotel simples mas bom, muito bem localizado e com preço bom, dê uma olhada no Hotel Boston. Já fiquei nele duas vezes e adorei. Fica colado na área exclusiva de pedestres, mas convenientemente na rua paralela, longe da movimentação. Além disso, é fácil de chegar de carro e costuma ter vaga na frente.

– Se você quiser um hotel clássico e cheio de história, vá direto ao Grandhotel Pupp, o mais famoso da cidade, onde dezenas de astros de cinema e personalidades mundiais já passaram noites. Ele é maravilhosamente bem localizado, é lógico.

Karlovy Vary: fachada do Grandhotel Pupp

Grandhotel Pupp: o mais famoso da cidade, já hospedou personagens históricos da humanidade

 

Karlovy Vary: como chegar

Clique aqui para ver como ir para Karlovy Vary, seja de Praga ou da Alemanha.

 

Karlovy vary: onde comer

A área para pedestres junto ao rio Teplá (chamada Stará Louka) é lotada de restaurantes, bares e cafés onde você pode parar se bater uma fome mais urgente. A avenida T. G. Masaryka e seus arredores também têm opções. Em ambas regiões você pode encontrar lugares muito bons para o seu gosto, mas se quiser recomendações, vá para esses abaixo.

Restaurante e Cervejaria Karel IV

A cervejaria Karel IV, que fabrica a deliciosa bebida com o mesmo nome, fica no complexo Becherplatz, onde também estão o Museu Becherovka e o restaurante chamado igualmente de Karel IV (ou Charles IV., como talvez você possa ler por aí em inglês).

Becherplatz, a casa do restaurante Karel IV

Becherplatz, a casa do restaurante Charles IV e da cervejaria Karel IV: aproveite para beber em Karlovy Vary

É justamente nele que você pode experimentar a bebida, enquanto prova pratos muito tchecos, em um ambiente com clima de taverna. Para melhorar, você ainda pode comprar várias cervejas na loja exclusiva que fica no mesmo complexo – o que eu recomendo que faça, já que você dificilmente vai encontrar a marca em Praga.

Rua T. G. Masaryka 282/57
Pratos principais (rápidos) entre 198 e 398 CZK – também oferece menu do dia
Aberto diariamente, das 11h à meia-noite
Informações sempre atualizadas em becherplatz.cz

 

Restaurante Tusculum

Se você estiver em busca de algo com muito mais classe e nível, o Tusculum é uma excelente opção. Ele tem menu com pratos sazonais, que respeitam a época certa dos alimentos, além de utilizar apenas carne de animais criados soltos e de ter a sua própria fazenda orgânica (de onde vêm todos os vegetais e ovos). É um dos restaurantes mais recomendados da cidade, por isso faça reserva.

Karlovy Vary: prato no restaurante Tusculum

Tusculum: para quem quer requinte (foto: Tusculum/divulgação)

Rua Sadová 31
Pratos principais (rápidos) entre 185 e 450 CZK – também oferece menu do dia
Aberto diariamente, das 11h às 22h
Informações sempre atualizadas em tusculumkv.cz

 

Špunt & Knoflík Co.

É uma pedida maravilhosa para quem quiser comer um hamburguer ou algo mais parecido com isso, ao invés de um prato num restaurante (apesar dele ter essas opções também).

Karlovy Vary: Špuntův Angus Beef Burger no Špunt & Knoflík Co.

Špuntův Angus Beef Burger no Špunt & Knoflík Co. (foto: Špunt & Knoflík Co/divulgação)

Rua Bělehradská 1072/9
Burgers entre 179 e 250 CZK – também oferece menu do dia
Aberto de segunda a quinta, das 11h às 23h; sexta até as 3h da manhã; sábado das 15h às 3h da manhã; fechado no domingo
Informações sempre atualizadas em spuntaknoflik.com

 

Republica Coffee

Perfeito para aquela paradinha para descanso no meio da tarde, acompanhado de ótimos cafés, delicinhas para beliscar e um ambiente muito legal.

Karlovy Vary: Pratinhos do Republica Coffee

Pratinhos do Republica Coffee

Rua T. G. Masaryka 894/28
Aberto de segunda a sexta, das 7h às 20h; sábado e domingo a partir das 8h
Informações sempre atualizadas em facebook.com/republicakv

Sobre o Autor

Deixe um comentário