Cuidados de segurança em Praga

Dicas para você evitar dores de cabeça na sua aventura tcheca
Infos gerais  /   /  Por Gabe Britto

Sim, o idioma tcheco e seus acentos são assustadores e a sopa de tripas de vaca é uma ameaça presente em vários restaurantes.

Mas tirando isso, Praga e a própria República Tcheca inteira são extremamente seguras, tanto que vários europeus de outros países se dizem mais tranquilos em terras tchecas do que nos seus lugares de origem.

Em relação à criminalidade, em 2018 o país foi apontado como 0 7º mais pacífico do mundo e o 5º da Europa, numa pesquisa global que avalia desde estatísticas oficiais até a sensação de segurança. Quase ao mesmo tempo, a polícia tcheca divulgou que o número de crimes – que sempre foi baixíssimo – vem caindo sem parar desde 2012.

No assunto terrorismo, a inteligência tcheca vive em alerta, mas até mesmo os governos dos EUA e da Grã-Bretanha – que sempre são alarmistas – indicam o país como um lugar de baixo risco de atentados e também dizem que seus cidadãos podem visitar a República Tcheca sem medo da qualidade dos hospitais, da água e do trânsito (onde os tchecos ficam entre os 15 mais seguros da Europa).

Até nos crimes pela internet o país é ótimo: uma pesquisa de 2015 mostrou que só 10% dos habitantes havia tido problemas de segurança no mundo virtual no ano anterior, o melhor resultado de toda a União Europeia.

“Mas então nunca acontece nada de grave na República Tcheca?”

É claro que acontece, nenhum lugar está livre de pessoas loucas e más. Só que os casos na República Tcheca são tão poucos que a chance de você viver uma situação dessas é mínima.

Os problemas mais comuns são estes aqui embaixo. São pequenos, causam no máximo dores de cabeça e prejuízos financeiros, mas fique alerta para não cair neles. Seguindo as dicas, é só aproveitar a maravilhosa sensação de caminhar tranquilamente por qualquer lugar, a qualquer hora do dia ou da noite.

Cuidados de segurança em Praga

Batedores de carteiras

Houve um tempo em que Praga era oficialmente a campeã em carteiras batidas na Europa. Isso melhorou, mas a cidade ainda segue entre as primeiras do ranking.

A dica é: tome muito cuidado em áreas lotadas de turistas (como a Ponte Carlos e o Relógio Astronômico, por exemplo) e fique de olho aberto em bondes e metrôs, principalmente no embarque.

Nesses lugares, carregue mochilas e bolsas na frente do corpo e sempre fechadas. E nem pense em deixar a carteira ou celular no bolso de trás da calça.

Turistas aglomerados em frente ao Relógio Astronômico, em Praga

Turistas aglomerados em frente ao Relógio Astronômico: um bom momento para os batedores de carteira

Uma dica extra para os homens: se você estiver caminhando de madrugada e alguma desconhecida vier se abraçar em você, dizendo que você é lindo, gostoso e hmmm… que delícia de gringo!, afaste-se imediatamente. Muitas prostitutas se aproveitam da estupidez masculina nessas horas e batem várias carteiras.

Troca de dinheiro nas ruas

Falei disso no post sobre onde trocar dinheiro em Praga, mas repito aqui: nunca troque dinheiro com pessoas nas ruas, porque você vai ser enganado. 

Bondes X faixas de segurança

Anote: os bondes sempre têm prioridade no trânsito tcheco, seja em relação a carros, seja em relação a faixas de segurança.

Por isso sempre olhe para os lados antes de atravessar faixas que cruzam trilhos. Existe até uma sinalização alertando para isso (“pozor tram“, que significa “cuidado, bonde”) e um sinal luminoso vem sendo testado em alguns pontos, mas fique alerta mesmo sem eles.

Sinalização "Cuidado, bonde" em Praga

“Cuidado, bonde”

É claro que os motoristas não são psicopatas e nunca vão jogar o bonde para cima de alguém de forma deliberada, mas os bondes são pesados e não param rapidamente, por isso acidentes acontecem. Aliás, os atropelamentos de pessoas que passam distraídas (mexendo no celular, por exemplo) vêm aumentando. Tome bastante cuidado!

Táxi

É simples: nunca pegue táxis nas ruas. Explicarei isso em outro post, num futuro próximo. Por enquanto, baixe o aplicativo da AAA, da TickTack Taxi ou do Liftago e peça um carro através deles. E para ir e voltar do aeroporto, contrate um transfer.

Anotou tudo? Então siga também a minha recomendação turística: aproveite a segurança e passeie por Praga na madrugada, quando ela fica vazia, praticamente só para você. E leve sua câmera para fazer lindas fotos. Não precisa ter medo.

Arrombamento de veículos

Se você estiver com um carro alugado, não deixe objetos dentro dele à vista, se estiver estacionado em local público. Larápios adoram quebrar o vidro para roubar essas coisas.

O que fazer me caso de emergência

Ligue 112. Este é o número que serve para todos os serviços de emergência da cidade. E se você não souber onde você está na cidade ou no país, leia este post para descobrir.

Sobre o Autor

15 Comentários
 
  1. Katlen 20 de julho de 2018 at 7:18 pm Responder

    Olá! Adorei as dicas, parabéns.

    Estou com uma dúvida, vou para Praga coma a minha em Agosto, viagem mãe e filha, vamos chegar pela estação central, como gostaria de trocar meu dinheiro da Exchange depois do check-in no hotel nao teremos nenhuma Kc para pegar o transporte público, que li que trocar moeda na estação não é recomendável. Acha seguro andar com mala pela rua até o hotel? Vamos estar hospedadas no Mosaic House, vi que dá uns 20 minutos de caminhada.

    Desde já, obrigada! 🙂

    • Gabe Britto 20 de julho de 2018 at 7:41 pm Responder

      Oi, Katlen!

      Que horas vocês chegarão? Se não for de madrugada, é totalmente seguro. A região é toda turística, vocês estarão cercadas por turistas, muitos com malas também. =)

      E se for antes das 22h em dia de semana ou antes das 21h no fim de semana, você pode comprar tíquetes de transporte público no guichê da empresa de transportes e pagar com cartão (você vai reconhecer o guichê, sempre tem uma fila na frente dele). Como alternativa, você também pode usar as máquinas que aceitam cartão ou comprar em alguma lojinha de conveniências na estação, pagando com cartão também.

      Caminhar até o Mosaic House é totalmente possível, mas pode ser bem chatinho com malas, porque vai haver alguma subida no caminho.

      Se vocês forem usar o transporte público, baixe o app da PID para ver qual é a melhor conexão no momento da chegada. Clique aqui para ver o post sobre ele.

      Abraço e boa sorte! =)

      • Katlen 21 de julho de 2018 at 4:55 am

        Olá!

        Chegaremos por volta do meio dia na estação central, minha meta é levar uma mala de rodinhas pequena e uma mochila de ataque, já que faremos uma trip Colônia – Aachen – Amsterdam – Berlim – Praga – Munique – Frankfurt, e quanto menos peso melhor. Fiquei apenas preocupada com as histórias “engana turista” pois tenho que cuidar de mim e da minha mãe que não fala nada nem de inglês rsrsrs.
        O cartão para comprar os bilhetes pode ser de crédito? Outra dúvida, o Praga Card vale a pena na sua opinião? Vamos ficar um total de 3 dias e tirando o complexo do Castelo de Praga, não sei se iria a alguma outra atração paga (ou mesmo se vale a pena), o negócio seria o transporte “ilimitado” mesmo.

        Muito obrigada pelas dicas, pela dica de app e pela rápido resposta. Eu adorei o seu site/blog 🙂
        Sucesso e Abraços!!!!

        Katlen

      • Gabe Britto 21 de julho de 2018 at 7:17 am

        Meio-dia? Tranquilíssimo! Não se preocupem. Apenas mantenham carteiras seguras em aglomerações. Minha única preocupação agora é que vocês não cheguem num daqueles dias de maior calor, para conseguirem caminhar numa boa. =)

        Aliás, estava vendo os caminhos que o Google Maps indica para o trajeto. Recomendo que você escolha aquele que faz você caminhar pela Václavské náměstí (Wenceslas Square), porque assim você vai evitar algumas boas subidas.

        O cartão pode ser de crédito, sim.

        O Prague Card é um drama na minha vida, porque sempre que me perguntam se ele vale a pena eu preciso dizer: depende do que você quer fazer na cidade. Se você olhou para ele só pelo transporte, é melhor comprar um passe de transporte (24 ou 72 horas), porque vai ser bem mais barato (310 CZK para cada passe). Sugiro que você olhe a página dele, veja o que interessa e some os valores.

        Boa Praga para vocês! =)

  2. Margareth Pires 18 de abril de 2018 at 2:22 am Responder

    Obgda pelas dicas. Pretendo ir lá ainda este ano. E não conheço nada sobre o lugar (quer dizer não conhecia) mas agora com essas dicas vai ser ainda melhor a minha estadia. Muito obgda Gabe Britto

    • Gabe Britto 20 de abril de 2018 at 7:21 pm Responder

      Fico feliz por ter ajudado, Margareth! =) Abraço!

  3. Katia 14 de abril de 2018 at 6:21 am Responder

    Oi Gabe, (eu de novo..rs..rs).
    Li sua dica pra nunca pegar taxi na rua e me surgiu uma dúvida: o app uber funciona bem em Praga? É recomendável usar?
    Muito obrigada por todas as dicas.
    Abraços
    Katia

    • Gabe Britto 14 de abril de 2018 at 8:51 pm Responder

      Oi, Katia!

      Sim, o Uber funciona igualzinho ao Brasil (apesar de ainda não ser considerado legalizado no país). Apenas não esqueça de liberar o seu cartão de crédito para uso no exterior durante o período da sua viagem.

      😉

      • Katia 16 de abril de 2018 at 5:25 pm

        Tá certo. Estou anotando e seguindo todas as suas valiosas dicas.
        Muito obrigada.
        Abraços
        Katia

  4. Vanessa Nobre 19 de março de 2018 at 12:41 pm Responder

    Olá! Tenho um trem que sairá de Praga às 06:20.
    Achas perigoso eu caminhar pelas ruas por volta de 05h, para ir à estação?
    🙂

    • Gabe Britto 19 de março de 2018 at 5:57 pm Responder

      Oi, Vanessa. Não é perigoso, não, ainda mais se você estiver nos bairros mais turísticos. Apenas tome cuidados básicos. Dependendo da época do ano, a essa hora já vai estar até com céu clareando. 😉

  5. PS 16 de setembro de 2016 at 2:43 pm Responder

    Acha que é uma cidade segura para uma mulher viajar sozinha?

    • Gabe Britto 17 de setembro de 2016 at 11:30 am Responder

      Patricia, eu sempre acho complicado responder a esta questão, afinal sou homem, então vou dizer o que minha mulher e minha amiga dizem: sim, totalmente segura. Ambas caminham pela cidade, à noite, sozinhas, por ruas vazias, sem o menor medo e sem nada nunca ter acontecido a elas. 😉

  6. Suzana L.Vieira 22 de agosto de 2016 at 3:37 pm Responder

    Ótimo Gabe!!

    • Gabe Britto 23 de agosto de 2016 at 5:52 pm Responder

      =)))

Deixe um comentário