A obra-prima de Mucha: A Epopeia Eslava

Epopeia Eslava, Mucha, Praga

O tcheco Alfons Mucha (que você também pode encontrar por aí escrito como Alphonse) nasceu numa pequena cidade na região da Morávia, para os lados da fronteira com a Áustria e com a Eslováquia. Cresceu, estudou arte, viveu em vários países e acabou se tornando um grande pintor, considerado fundamental para um estilo lindíssimo, o art nouveau.

Nos início dos anos 1910, quando já era um profissional respeitado, Mucha começou a pintar A Epopeia Eslava, uma série de 20 quadros enormes (chegam a 6m x 8m), imponentes e maravilhosos que, juntos, contam a história dos povos eslavos. O trabalho foi tão duro que só terminou perto dos anos 1930.

Mucha pintando A Epopeia Eslava, Praga
Mucha pintando A Epopeia Eslava (domínio público)

Pouco tempo depois, os nazistas invadiram a Tchecoslováquia e Mucha não demorou para ser preso e interrogado pela Gestapo. Ele foi solto em seguida, mas as condições da prisão foram duras demais para aquele senhor de 78 anos e ele acabou morrendo de pneumonia.

Com medo de que a maior e mais linda obra de Mucha caísse nas mãos dos oficiais alemães, seus companheiros tiraram as telas das molduras, enrolaram e levaram para um esconderijo, antes de transferirem tudo para os porões de um palácio na cidade de Moravský Krumlov, pertinho da cidade natal do pintor.

A série só voltou a ser exposta em 1968, no mesmo palácio onde ficou escondida dos nazistas, e permaneceu lá por quase 50 anos.

(Clique nos nomes dos quadros para ver informações sobre eles, em inglês.)

Em julho de 2021, A Epopeia Eslava começou um período de 5 anos de exposição na cidade de Moravský Krumlov, a mesma onde ficou escondida durante o período da Segunda Guerra. Depois destes 5 anos, a séria voltará para Praga para ficar exposta por 25 anos.

A Epopeia Eslava
Onde: Castelo de Moravský Krumlov (veja no Google Maps)
Quando: até julho de 2026
Clique aqui para ver mais informações e comprar seus ingressos com o máximo de antecedência possível

4 comentários em “A obra-prima de Mucha: A Epopeia Eslava”

    1. Oi, Lilian. Até o momento, não houve nenhuma divulgação de outra exposição das obras. A exposição de Brno acabou e a de Praga termina hoje (houve um adiamento do final). Depois disso, elas devem ser guardadas de novo até nova exposição. Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.