As vantagens de visitar Praga no inverno

Descubra os muitos pontos positivos de visitar a capital tcheca na estação do ano que muita gente evita
Notícias e curiosidades  /   /  Por Gabe Britto

Os meses mais frios do ano definitivamente não são os preferidos dos turistas ao redor do mundo, tanto que o inverno costuma ser a baixa temporada nos destinos mais concorridos, com exceção de estações de esqui e do período de festas de fim de ano.

Em Praga não é diferente. A redução do número de visitantes nessa época é evidente para quem já passeou pela cidade na primavera, no verão ou no outono. Mas será que o pessoal que evita a capital tcheca em dezembro, janeiro e fevereiro está fazendo o certo? Será que não está justamente perdendo algumas grandes vantagens?

Para ajudar a tirar estas dúvidas, fiz uma lista de coisas boas do inverno em Praga. Claro que tudo isso é preferência pessoal minha, mas leia e decida por você mesmo. Se gostar, você já sabe mais ou menos para quando pode reservar as suas próximas férias.

Praga no inverno: as vantagens

Menos turistas nas atrações

Janeiro e fevereiro em Praga são os meses perfeitos para quem não gosta de (tantas) multidões nos pontos turísticos.

Praça da Cidade Velha, no inverno em Praga

Banda tocando num fim de tarde numa Praça da Cidade Velha muito mais vazia do que no verão

É claro que não estou falando de lugares totalmente vazios o dia inteiro, porque isso é impossível numa cidade que recebe 7 milhões de pessoas por ano, como a capital tcheca. Mas para os padrões dela, o inverno é praticamente um deserto. E se você se esforçar um pouco, pode, sim, encontrar lugares totalmente vazios (veja o próximo item).

 

Nenhum turista depois de certos horários

Faça um forcinha, vista seu casaco mais grosso e vá para o Castelo de Praga depois das 17h, por exemplo. Este é o horário em que as atrações cobertas do complexo fecham, mas os pátios seguem abertos até às 22 horas.

É a sua chance de passear pelo castelo praticamente sozinho e de visitar a sempre lotada Rua Dourada (aquela com as casinhas pequenas e tortas, onde Kafka viveu) sem ninguém ao seu lado e de graça.

Golden Lane vazia, em no inverno em Praga

A Rua Dourada vazia: um fenômeno típico de inverno em Praga

Tudo vai esvaziando ainda mais à medida em que a noite avança, então sua recompensa será ainda maior se você conseguir ir mais tarde. Vai estar frio e escuro, mas também vai estar lindamente iluminado e sossegado.

 

Sol nascendo mais tarde

Essa é para aqueles que, como eu, adoram levantar cedo para ver e fotografar a cidade vazia.

Isso porque o tal “levantar cedo” não é tão cedo no inverno, já que o sol nasce bem mais tarde nessa época do ano e você nem precisa se esforçar muito para aproveitar a calmaria da Praga matutina.

Ponte Carlos, suas estátuas e o sol nascendo no inverno, em Praga

Ponte Carlos, suas estátuas e o sol nascendo no inverno

Para você ter uma ideia, no fim de janeiro dá para pegar o sol nascendo na Ponte Carlos mesmo chegando às 8h da manhã, como nesta foto acima (feita exatamente às 8h34). Ainda achou cedo? Pois saiba que em junho você precisa estar na ponte antes das 5h para conseguir fazer o mesmo.

Bem melhor no inverno, né?

 

Preços mais baixos nos hotéis (e ofertas)

A baixa temporada e a falta de tantos turistas no inverno refletem diretamente no seu bolso: esta é a época com as diárias mais baratas nos hotéis em Praga e com excelentes ofertas em sites de reservas como o Booking.

Cama do hotel Motel One, no bairro Cidade Nova, em Praga

Cama do hotel Motel One, no bairro Cidade Nova

Em alguns casos, você consegue mais de 50% de desconto em relação às tarifas normais, aplicadas nos meses mais quentes e procurados.

 

A felicidade nos dias de sol

Sendo bem sincero, o humor dos tchecos não é dos melhores no inverno (o que é bem compreensível, né?). Por outro lado, se você der a sorte de pegar um dia de sol, mesmo com muito frio, você vai poder testemunhar a incrível e maravilhosa mudança que um tempo bonito exerce sobre esse povo.

Se for um final de semana, então, prepare-se para ver pessoas aproveitando as ruas, parques e a beira do rio Vltava como se não houvesse amanhã.

Praga no inverno: um dia de sol na beira do Vltava

Beira do rio Vltava num dia de sol no meio do inverno: o lugar certo para ver muitos praguenses

 

Poucos dias de chuva

Se os dias de sol são escassos, o inverno também significa pouca chuva em Praga. Historicamente, janeiro e fevereiro são os meses menos molhados do ano – e fevereiro costuma ser o campeão de dias sem cair uma gota do céu.

Sim, você vai precisar de casacos para passear no fria da rua, mas praticamente não vai precisar levar um guarda-chuva na mochila.

Ponte Carlos, em Praga, à noite, no inverno

Nos raros dias de chuva no inverno, você pode aproveitar a neblina e as poças de água para fazer fotos bem bonitas

 

O frio que pode nem ser tão frio assim

Você tem chances, sim, de pegar climas bem menos rigorosos do que os turistas brasileiros esperam de Praga nesta época.

Em fevereiro de 2017, por exemplo, houve dias com temperatura ao redor de 7 graus positivos, com lindos dias de sol, quando os tchecos saíram enlouquecidos para as ruas e os restaurantes trabalharam com portas e janelas abertas para aproveitar o “calorzinho”.

Praga no inverno: dia de sol

Acredite, um dia de inverno em Praga também pode ser assim (e este não foi o único na mesma semana)

É claro que tudo depende da sua sorte (em janeiro, um mês antes deste “verãozinho fora de época”, a temperatura foi abaixo de -10ºC), mas por que não arriscar?

Sempre lembrando: dentro do seu quarto de hotel e de todos os ambientes fechados da cidade, o clima é maravilhosamente aquecido.

 

A neve

Praga é a cidade mais linda do mundo (na minha opinião), mas consegue ficar ainda mais linda coberta de neve. É verdade que, com um pouco de sorte, você consegue ver este cenário em outras épocas do ano também. Mas as chances são maiores no inverno.

Praga com neve, no inverno

Não é irresistível?

E as desvantagens do inverno em Praga?

Bem, sim, elas existem. Os dias são mais curtos, o tempo está quase sempre nublado, o frio pode ser muito forte e as ruas ficam imundas quando a neve derrete (como em qualquer lugar onde neva).

Mas eu sinceramente acho que as vantagens compensam as desvantagens. E você?

Sobre o Autor

37 Comentários
 
  1. Alex Baucke 24 de setembro de 2018 at 1:39 pm Responder

    Parabéns pelo Blog, certamente vai me ajudar bastante na minha estadia por Praga.
    Eu queria ir para uma estação de esqui por perto de Praga, mas verifiquei que elas só abrem em Dezembro, porém chego na cidade dia 25/11 e pego o voo pro Brasil dia 30/11. Você saberia me indicar alguma cidade nos aredores de Praga (que seja um pouco turística pelo menos) que talvez já seja possível encontrar neve nessa época do ano para visitar? Assim seria possível alugar um carro.

    Obrigado.

    • Gabe Britto 25 de setembro de 2018 at 6:45 am Responder

      Oi, Alex! =)

      Acho que você vai ter que acompanhar as previsões do tempo e decidir para onde ir quando estiver mais perto das datas da sua viagem. Isso porque agora é impossível saber onde vai ter neve e não dá para saber como vai ser o inverno.

      A estação legal mais próxima é Ještěd, em Liberec (site: skijested.cz). Porém, para ter mais certeza de neve, você vai precisar ir para lugares mais altos, que são bem mais distantes de Praga.

      Para ir até Liberec, você pode pegar um dos vários ônibus diários da RegioJet (desça em Liberec AN). Dali, você busca informações sobre como ir até o centro de esportes, mas certamente é fácil. O centro de informações turísticas de Liberec fica na rua Ještědská 479. Aqui o site da cidade: http://www.visitliberec.eu

      Boa sorte! Abraço!

  2. Fernando 22 de setembro de 2018 at 7:28 pm Responder

    Ola!
    Primeiramente parabéns pelo Blog!
    Programei minha viagem para os dias 30 de dezembro à 02 de janeiro, justamente para passar a virada em Praga, você tem alguma dica de local para passar a virada na cidade e ver a queima de fogos?
    Pode ser algum local fechado, restaurante ou mesmo uma praça…

    Obrigado

    • Gabe Britto 22 de setembro de 2018 at 8:06 pm Responder

      Oi, Fernando!

      O post Onde fazer as ceias de Natal e réveillon em Praga tem informações gerais sobre o assunto, mas não tem informações específicas para 2018 porque as fontes oficiais ainda não divulgaram nada. Então ainda não é possível dizer onde acontecerão os fogos oficiais, por exemplo (eles podem mudar de local).

      Da mesma forma, ainda não dá para dizer os preços dos restaurantes na noite da virada, porque eles ainda não divulgaram. Apenas um confirmou que mantém o preço do ano passado (e eu fiquei sabendo porque a incrível leitora Layla descobriu para mim, hehe!). Esse restaurante é o U Fleku.

      Fique ligado aqui. Assim que os restaurantes começaram a publicar seus preços e as autoridades divulgarem as informações sobre a noite da virada e os fogos, eu colocarei aqui mesmo.

      Abraço!

  3. Marta Nascimento 11 de setembro de 2018 at 11:49 pm Responder

    Olá Gabe!
    Parabéns pelo blog! Muito bom!
    Meu marido e eu estamos planejando viajar entre os dias 21 de dezembro até 6 de janeiro e nossa primeira parada será em Praga, pensando em passar de dois a três dias. Depois iremos a Viena e terminaremos em Budapeste. O que você recomenda para fazermos em Praga nesses dias?
    Abraço!
    Marta

  4. Juliana 28 de agosto de 2018 at 10:51 pm Responder

    Olá!
    Pretendo viajar em janeiro/2019 para Praga. Como irei com uma senhora de 65 anos, estou um pouco preocupada com o frio. Pensei em passearmos durante o dia bem agasalhadas e à noite irmos jantar em restaurantes quentinhos. Meu medo é sair do restaurante e caminhar até o hotel a pé. Passaremos muito frio? Tem táxi/ uber para facilitar, caso necessário? Pela sua experiência, pegaremos neve?
    Obrigada

    • Gabe Britto 29 de agosto de 2018 at 7:27 am Responder

      Oi, Juliana!

      Antes tudo: 65 anos é jovem! =)

      Olha, a TENDÊNCIA FORTE é passar frio, porque a temperatura média histórica na cidade em janeiro é de 3ºC.

      PORÉM sempre pode acontecer algum fenômeno raro que faça as temperaturas subirem – e esses dias raros podem ser, coincidentemente, os seus na cidade. Em 2016, por exemplo, janeiro chegou a ter 13ºC.

      Da mesma forma, vocês podem pegar dias de temperaturas baixíssimas: em 2017, o mês bateu no oposto: se não me falha a memória, houve sensação térmica de 18ºC NEGATIVOS.

      Em relação à neve, a média de ocorrência do fenômeno em janeiro é de 12 dias (considerando qualquer precipitação, não apenas nevascas). Então a resposta é a mesma: há chances de vocês verem neve, mas não é garantido. Do mesmo jeito, pode acontecer de vocês estarem na cidade justamente nos dias de muita neve.

      Uber funciona, sim. Apenas lembre de liberar o seu cartão de crédito para compras internacionais durante a sua viagem. Se for pegar táxi, não pegue na rua, muito menos à noite. Baixe o aplicativo Liftago quando chegar no seu hotel. Ele faz um tipo de leilão para ver qual taxista cobra menos pela sua corrida, então você escolhe. Assim você já sabe mais ou menos quanto vai pagar e não corre riscos de ser enganada.

      Mas no geral, fique tranquila. Tragam roupas quentes para a rua (porque o interior dos lugares é sempre quentinho) e aproveitem Praga no inverno! =)

      Abraço!

  5. Lucas 25 de agosto de 2018 at 5:21 pm Responder

    Oi, amigo.
    Estou planejando uma viagem para Praga no começo de fevereiro de 2019 e gostaria de saber se mesmo em noites frias do inverno a vida noturna da cidade continua acontecendo?
    Agradeço pelos textos escritos no blog, tenho lido e achado muitas informações boas.
    Abraço!

    • Gabe Britto 27 de agosto de 2018 at 6:29 am Responder

      Oi, Lucas!

      Sim, a vida noturna segue no inverno. Você já leu o post sobre baladas em Praga? A maioria das fotos dele foram feitas durante o inverno. 😉

      Abraço!

  6. Wagner 5 de agosto de 2018 at 9:14 pm Responder

    Olá. Parabéns pelo artigo. Minha esposa está com medo de irmos em janeiro/18, entre 01 e 15. Ela acha que vamos ficar presos no hotel por conta de neve e dias curtos. O que você acha? Vale a pena ou é desperdício de dinheiro? Desde já agradeço.

    • Gabe Britto 8 de agosto de 2018 at 8:28 pm Responder

      Oi, Wagner. Estava viajando, só consegui responder sua mensagem agora.

      Olha, é bem complicado dizer algo concreto, porque tudo pode acontecer.

      Os invernos não são 100% feitos de dias frios e feios, eles têm alguns dias lindos e de temperaturas boas (ainda que obviamente frias). Vocês podem pegar dias assim e aproveitar muito ou podem pegar uma onda de frio terrível. Não dá para prever.

      As únicas coisas certas são: vai ser frio (mesmo que possa não ser muito frio) e os dias serão curtos. De resto, é tudo por conta da sorte.

      Abraço!

  7. Sidnei 15 de junho de 2018 at 1:49 pm Responder

    Ola Gabe,parabéns pelo blog,orientações e dicas perfeitas….Estaremos do dia 22 ao dia 29 de dezembro em Praga,pesquisando sobre os pontos turisticos vimos que a grande maioria fecha no dia 24 de dezembro poderia me informar um pouco mais sobre o dia 25 já que não conseguimos informações precisas sobre o dia de Natal,por favor.Obrigado desde já.

    • Gabe Britto 18 de junho de 2018 at 12:50 pm Responder

      Oi, Sidnei.

      O feriado de Natal dos tchecos vai de 24 a 26. Espere horários diferentes em atrações turísticas, mas elas dificilmente fecham no dia 25. As principais estarão abertas, só tendem a abrir mais tarde e fechar mais cedo.

      Feliz Natal para vocês! =)

      Abraço!

  8. Teka 15 de fevereiro de 2018 at 4:41 pm Responder

    Oi Gabe! Parabéns pelo blog! Estarei em Praga entre 09 e 14 de março e estou usando suas referências.
    Você sugeriu uma visita ao castelo quando tudo está vazio, e a pergunta é: estarei viajando sozinha, como é a segurança pelas ruas?
    Claro que não pretendo andar em locais ermos e em alta madrugada sozinha, mas considerando que anoitece cedo e eu gosto de caminhar, conhecer como a cidade respira à noite, você teria alguma recomendação específica, alguma região melhor para isso ou alguma que devo evitar?
    Obrigada!
    Teka.

    • Gabe Britto 15 de fevereiro de 2018 at 8:46 pm Responder

      Oi, Teka!

      Praga é extremamente segura e a região central (a mais turística, onde está o castelo) é totalmente tranquila. Pode caminhar depois do anoitecer por ela, sim. 😉

      Ah, obrigado pelo elogio!

      Abraço!

  9. Juliana 10 de fevereiro de 2018 at 1:46 pm Responder

    Saberia me dizer se tenho chances de Neve no Reveillon? Obrigada desde ja.

    • Gabe Britto 10 de fevereiro de 2018 at 6:50 pm Responder

      Oi, Juliana.

      O inverno em Praga costuma ter neve. Sendo assim, sempre existem chances.

      (Com quase um ano de antecedência, é só isso que dá para dizer.)

      =)

      Abraço!

  10. Eunice 3 de fevereiro de 2018 at 8:02 pm Responder

    Oi, estou em Praga desde segunda e já andei nos pontos turísticos todos. Alguma sugestão não turística?

    • Gabe Britto 4 de fevereiro de 2018 at 11:24 am Responder

      Oi, Eunice.

      Passeie por Holešovice, por Vinohrady, por Smíchov. Caminhe também pela região de Střešovice. Em Karlín você já foi?

      Abraço.

  11. Adriano 22 de dezembro de 2017 at 2:35 am Responder

    Olá, vou estar em Praga dia 18/02/2018, se nevar é fácil caminhar pela cidade, a prefeitura limpa as ruas, pois vou estar com duas senhoras de 80 anos. Já estive na cidade na primavera, e adoraria ver a neve na Ponte Carlos. tomara que não tenho nenhuma nevasca.

    • Gabe Britto 22 de dezembro de 2017 at 10:47 am Responder

      Oi, Adriano.
      Sim, sempre que neva, a prefeitura corre para retirar o excesso das calçadas e jogar pequenas pedrinhas no chão, para evitar escorregões. É claro que isso pode levar um tempo até chegar em certas ruas, então recomendo que vocês caminhem com muito cuidado se acontecer. Observem o gelo na calçada: se a neve ainda estiver fofa, dá para passar com calma; se estiver dura, sejam mais cuidadosos (porque escorrega).
      Ah, tenha cuidado também com a camada fina de gelo que pode se formar nas calçadas e é quase imperceptível. Principalmente em desníveis.
      Também recomendo que as duas senhoras que vão estar com você evitem calçados de sola lisa nesses dias. Não é necessário comprar nada muito aventureiro para isso. Um tênis ou uma bota com solado de borracha já ajudam muito.
      Abraço e boa Praga para vocês!

      • Adriano 31 de janeiro de 2018 at 12:54 am

        Obrigado Gabe pelas orientações, chegarei dia 18/02, espero ter muita neve..abçs

      • Adiano 17 de fevereiro de 2018 at 9:06 pm

        Ola Gabe, cheguei faz 2 horas em Praga e….cadê a neve…mas tudo bem. Praga cale a pena com ou sem neve. Gabe é seguro passar pela Ponte Carlos depous que anoitecer? Estou no Hotel Grandium e acho que não é longe para caminhar até a Ponte e gostaria de vê-la a noite. Grande abraço.

      • Gabe Britto 18 de fevereiro de 2018 at 12:53 am

        Oi Adriano! Ontem teve neve. =)
        É totalmente seguro passar pela Ponte Carlos a qualquer hora. Vá sem medo e aproveite.
        Abraço!

  12. Luiz 4 de novembro de 2017 at 2:18 am Responder

    Olá. Em janeiro de 2017 nevou? Se sim, vc se lembra de que dias mais ou menos?

    • Gabe Britto 4 de novembro de 2017 at 2:15 pm Responder

      Sim, nevou bastante, logo no início do ano e em outros dias ao longo do mês. Mas você sabe que nevar num dia do ano não garante neve no mesmo dia do ano seguinte, né? 😉

  13. Elizangela 24 de outubro de 2017 at 4:56 pm Responder

    Parabéns adorei seu blog..Vou está em praga em Janeiro e gostaria de passar alguns dias em uma cidade montanhosa que tenha pista de esqui, estou pesquisando mais não acho quase nada, a única cidade que vir alguém falando foi da Vrchlabi.
    Mais pouquíssima coisa mesmo, bem como chegar nessa cidade descobrir, vc sabe alguma coisa sobre ela? Qual a melhor opção para se chegar.. pretendo ficar uns 4 dias nela sem fazer nada..obrigado

  14. Fernando 17 de setembro de 2017 at 4:01 pm Responder

    Vou estar na Rep. Checa entre 14/dez em 21/dez. Os últimos dois dias em Cesky Krumlov. Será que tenho bastante chance de pegar neve por lá?

    • Gabe Britto 17 de setembro de 2017 at 7:16 pm Responder

      Oi, Fernando.
      É difícil dizer, porque neve precisa de vários fatores para se formar. Mas frio você certamente vai pegar. =)
      Boa viagem!

  15. Rafaela 3 de agosto de 2017 at 8:38 pm Responder

    Olá, Gabe! Estou apaixonada por Praga e pensando em ir no Reveillon. Faz muito frio em dezembro?

  16. Tony & Cecília 14 de março de 2017 at 8:48 am Responder

    Nossa única experiência de Praga foi no inverno e concordamos com cada um dos pontos que você colocou no texto, Gabe. Abraço!

    • Gabe Britto 14 de março de 2017 at 12:28 pm Responder

      =) Que bom, Tony e Cecília!

Deixe um comentário